O Nova Post tem como objetivo trazer um jornalismo de qualidade a partir das coberturas e análises nas áreas de tecnologia cotidiana (smartphones, televisores, etc.), games (jogos para computador, videogames, mobile e e-sports, englobando também o universo feminino) e internet das coisas.
d

The Point Newsletter

Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error.

Follow Point

Begin typing your search above and press return to search. Press Esc to cancel.

Nintendo Switch Online: Tudo o que você precisa saber

Serviço deve ser lançado em setembro de 2018 com backup de jogos na nuvem,
ofertas especiais e sem Virtual Console. Entenda.

A Nintendo anunciou nesta semana novidades sobre o seu serviço online para o Nintendo Switch. Com ofertas de planos mensal, trimestral, anual ou familiar, a empresa japonesa quer garantir que os usuários optem pelas funcionalidades pagas.

Com previsão de ser lançado em setembro de 2018, a Nintendo já deixou claro que não pretende por ora trazer o Virtual Console, plataforma de jogos dos seus consoles retrô, mas que logo de cara pretende oferecer 20 jogos de NES para o Switch.

Abaixo, trazemos os detalhes do Nintendo Switch Online e porquê a empresa espera que você assine.

Quanto custa e quando estará disponível?

A Nintendo planeja lançar o Nintendo Switch Online em setembro de 2018. Os planos podem ser mensal, trimestral, anual ou familiar:

  • Plano mensal: US$ 3.99
  • Plano trimestral: US$ 7,99
  • Plano anual: US$ 19,99

Fazendo as contas, de longe, o plano mais barato é o anual, já que no acumulado de um ano, as outras opções de pagamento passam dos 20 dólares. Há também a opção de um plano familiar.

  • Plano familiar: US$ 34,99 /por ano

Neste plano, você consegue adicionar até sete contas para dividir os benefícios da plataforma online.

Preciso assinar o serviço online?

O serviço online do Switch é necessário para batalhar ou cooperar com jogadores ao redor do mundo com jogos como Splatoon 2, ARMS, Mario Kart 8 Deluxe, Matio Tennis Aces e até mesmo os próximos grandes lançamentos como Super Smash Bros e Pokémon.

Não optar pelo serviço tira todas as funcionalidades online dos jogos, como as batalhas rankeadas no Splatoon, corridas via internet por Mario Kart, entre outros. O usuário que opte por continuar jogando no modo Local, ou seja, via wireless com outros amigos, não sofrerá nenhum problema

Sem Virtual Console, mas calma lá

A Nintendo disse que o Virtual Console não estará disponível no Nintendo Switch, o que faz sentido. Desde o seu lançamento em março de 2017, o Switch conta com diversos jogos retrô que fariam muito mais sentido no VC, mas que mesmo assim já chegaram à plataforma.

Agora, o que a Nintendo vai fazer é liberar, para quem assinar o serviço, 20 jogos do NES logo de cara, prometendo adicionar novos regularmente. E estes são os jogos:

 

  • Soccer
  • Balloon Fight
  • Tennis

 

 

  • Ice Climber
  • Donkey Kong
  • Dr. Mario

 

 

  • Mario Bros
  • The Legend of Zelda
  • Super Mario Bros

 

 

  • Super Mario Bros 3
  • E mais jogos a serem anunciados

 

Ainda por cima, será possível jogar alguns desses jogos junto com os amigos por conexão local ou via Wi-Fi.

A pegadinha vem em seguida: de acordo com a própria Nintendo, os jogos estarão literalmente disponíveis por um mês e que depois deste período, se o jogador quiser manter o game, precisará pagar por ele.

O quanto esse jogo custará ou porquê a Nintendo está fazendo isso ainda não está claro e eles prometem trazer mais detalhes em breve.

Salve todos os seus dados na nuvem

Se você tem um Nintendo Switch, basicamente você precisa ter dois cuidados: não ser assaltado e não quebrar o videogame – principalmente se os seus jogos foram comprados online.

Isso porque você até conseguiria reaver os jogos baixados com uma certa dor de cabeça, mas não seria possível reaver o seu save. E se você tem mais de 200 horas em Breath of the Wild, imagino que você não vá querer fazer tudo de novo. Certo?

Por enquanto a Nintendo apenas diz:

“Guarde os seus dados online e com fácil acesso”

E que em breve trará novos detalhes sobre o serviço, porém de uma coisa já sabemos: enfim será possível ter todos os seus dados salvos na nuvem.

O que mais eu preciso saber?

O Nintendo Switch Online também trará ofertas especiais para quem assinar o serviço (mais informações em breve). Para pagar por ele, é preciso usar um cartão de crédito ou um cartão pré-pago da Nintendo, na eShop, a loja online de games.

O usuário também terá uma melhor experiência com o aplicativo Nintendo Switch Online para smartphones, disponível aqui para Android e aqui para iOS.

Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero, é editor de internet do Jornal da Globo e escreve sobre tecnologia e games.