O Nova Post tem como objetivo trazer um jornalismo de qualidade a partir das coberturas e análises nas áreas de tecnologia cotidiana (smartphones, televisores, etc.), games (jogos para computador, videogames, mobile e e-sports, englobando também o universo feminino) e internet das coisas.
d

The Point Newsletter

Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error.

Follow Point

Begin typing your search above and press return to search. Press Esc to cancel.

Análise: Monitor Curvo LED Samsung de 27 polegadas

Vale a pena investir em um monitor? Quais as vantagens? Confira as nossas impressões sobre o Monitor Curvo LED da Samsung.

Investir em um monitor pode ser uma boa opção tanto para o trabalho quanto para o lazer. Há diversas opções no mercado com telas curvas, planas, de LED, Full HD ou até mesmo 4K. Cada uma delas atende um público diferente.

Durante um mês, o Nova Post testou o Monitor Curvo LED da Samsung de 27 polegadas e compartilhamos com você as nossas impressões.

Design

O monitor da Samsung causa uma boa primeira impressão. Seja no quarto ou no escritório, o que chama mais atenção nele é a tela curvada, que combina com a base de aço escovado. As 27 polegadas são ideais para qualquer atividade, como jogar videogame, ver série ou trabalhar com diversas abas do computador abertas. O usuário pode, por exemplo, aproveitar a base para colocar alguns enfeites ou Post-it’s dos afazeres do trabalho.

Agora, se a frente do produto tem uma pegada bem premium, é preciso deixá-lo bem próximo da parede, já que a sua parte de trás de plástico branco não é nem muito estilosa e nem tem um jeito eficiente de esconder os cabos.

A Samsung até colocou no encaixe da base um pequeno gancho que pode servir para organizar os diversos fios – desde que eles sejam finos. Outro ponto que pode ser problemático é o encaixe do monitor com a base, já que ele não é ajustável. A longo prazo isso não causa um incômodo muito grande, mas é algo a se levar em conta na hora da compra.

Ainda na parte de trás, é importante notar que o monitor conta com um único botão, estilo joystick, para ligar/desligar e acessar o menu de configurações, onde o usuário diminui e aumenta o volume, ajusta brilho, contraste, etc. Esse único botão pode ser um problema ao conectar um aparelho no monitor que não tenha um controle de volume próprio, assim o usuário precisa colocar a mão por trás da tela para acessar o menu e em seguida ajustar o volume (neste caso, falando especificamente do Nintendo Switch).

Qualidade da imagem

Com resolução Full HD (1920 x 1080p), a tela de 27 polegadas pode servir até como “TV do quarto” dependendo do seu uso. Para jogos, é possível passar horas a fio sem incômodo algum. Isso graças a tecnologia Eye Saver Mode, que reduz emissões de luz azul da tela. A empresa sul-coreana também afirma que a curvatura da tela cansa menos o olho, já que você não precisa ficar olhando para as extremidades dela.

Inclusive, falando em videogame, o tempo de resposta desse monitor é de 4 milissegundos, uma excelente taxa de resposta para quem joga online e precisa da maior precisão e velocidade no meio das partidas. Ao colocar no Modo Game, a imagem ganha um tom ainda mais agradável para aproveitar os seus jogos preferidos.

Uma coisa interessante do monitor é que você pode juntar até três deles para uma experiência mais imersiva em jogos de kart, ou caso você seja um editor de imagem e goste daquelas timelines infinitas.

Na minha experiência, não senti falta da tela ser 4K e, a menos que o seu videogame ou notebook tenham suporte a essa resolução, investir em uma qualidade dessas pode ser um gasto desnecessário.

Ainda na questão da experiência, propositalmente deixei o monitor de frente para uma janela e o que me agradou é que o reflexo não foi um problema. A impressão é que a tela LED é mais opaca e por isso uma luz exterior não atrapalhou.

Qualidade de som

Aqui não há nada de espetacular. Com uma potência de 10W, o monitor não traz uma qualidade de dar inveja a ninguém em relação ao som. Para quem precisa de mais potência, pode ser necessário ou usar um fone de ouvido ou investir em caixas de som.

Nas minhas jogatinas no Nintendo Switch, a qualidade do áudio foi mais do que satisfatória. Pude ouvir os ataques dos adversários nas partidas online de Splatoon 2, a “batida do coração” do ponto final de Mario Tennis Aces e até que a minha situação não estava boa em Legend of Zelda: Breath of the Wild.

Ao conectar a Apple TV no monitor também pude ouvir músicas e ver séries sem problema – apesar do controle dela não funcionar com o dispositivo. De novo, a qualidade não surpreende, mas entrega uma boa experiência.

Conectividade

O Monitor Curvo LED da Samsung conta com uma porta D-sub, uma HDMI, uma de áudio, uma para fones de ouvido e uma Display Port. Se por um lado é interessante ver a entrada anterior ao HDMI disponível no monitor, isso também mostra uma oportunidade perdida da Samsung de permitir pelo menos dois HDMI.

OK, você provavelmente vai usar o monitor para uma atividade específica: ou conectar o notebook, ou conectar o videogame ou conectar a Apple TV, etc. Se você não tem problemas em toda hora mudar o cabo de um dispositivo para o outro, então está tudo certo.

De resto, não senti falta de alguma outra conexão, já que o USB, para colocar um pendrive, por exemplo, não seria muito útil para ver fotos e vídeos, pela falta de um controle simples do monitor. E, também, se dois cabos já deixam a parte de trás da tela ˜bem cheia˜, imagina adicionar a caixa de som e as portas D-sub e Display Port.

Considerações finais e preço

O Monitor Curvo LED da Samsung é um bom investimento tanto para o trabalho quanto para casa e justamente por ele não ter um rótulo, o produto consegue ser útil para diversas tarefas.

Ele não é um monitor gamer, mas pode servir como. Ele não é um monitor específico para edição de imagem, mas pode servir. Ele também não é uma televisão, mas as 27 polegadas são um bom tamanho para ver Netflix. Disponível no site da Samsung por R$ 1.649, ele pode ser encontrado por R$ 1.400 no Submarino.

Nessa faixa é possível escolher um monitor com a tela ligeiramente maior ou com qualidade 4K, mesmo assim, isso não muda o fato de que o modelo LC27F591 é uma boa opção para quem busca uma tela maior para o trabalho ou videogame.

Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero, é editor de internet do Jornal da Globo e escreve sobre tecnologia e games.