O Nova Post tem como objetivo trazer um jornalismo de qualidade a partir das coberturas e análises nas áreas de tecnologia cotidiana (smartphones, televisores, etc.), games (jogos para computador, videogames, mobile e e-sports, englobando também o universo feminino) e internet das coisas.
d

The Point Newsletter

Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error.

Follow Point

Begin typing your search above and press return to search. Press Esc to cancel.

Pokémon GO anuncia quarta geração de monstrinhos

Os monstrinhos da região de Sinnoh estão para chegar a Pokémon GO, com diversas novidades da jogabilidade do aplicativo.

Pokémon GO acaba de ficar mais interessante nesta terça-feira (9), com a novidade que a quarta geração de monstrinhos chegará em breve ao jogo. A adição de novas criaturas vêm 10 meses depois da terceira geração, de Hoenn, ser adicionada ao aplicativo.

Com isso, além da aparição de Pokémon da região de Sinnoh, novas mecânicas serão adicionadas ao jogo. No trailer oficial, que você pode conferir abaixo, é possível ver os iniciais Turtwig, Piplup e Chimchar, além do Pokémon do submundo Giratina.

Provavelmente, a Niantic deverá seguir o mesmo caminho que fez com a terceira geração e ir adicionando as novas criaturas em levas. Por exemplo, é em Sinnoh que diversos monstrinhos de Kanto ganham uma segunda evolução, como Lickitung e Tangela e outros recebem uma terceira evolução, como Magmar e Electabuzz, sendo provavelmente essas as primeiras adições ao aplicativo de Realidade Aumentada.

Novos itens devem aparecer como pokébolas e materiais evolutivos, mas sem uma data específica. Quem também recebe duas novas formas em Sinnoh é o Eevee com o Glaceon e o Leafon, monstrinhos de planta e gelo, respectivamente. A grande questão é: como será possível fazer o Eevee evoluir para eles?

Novas mecânicas, migração de Pokémon e mais

Assim que a quarta geração chegar a Pokémon GO, mudanças na aparição de Pokémon serão feitas. Por exemplo, as condições metereológica vão ter um efeito menor sobre onde os monstrinhos serão vistos. Dependendo também de onde o treinador estiver, ele encontrará mais Pokémon. Um exemplo disso são os parques, que receberão mais criaturas daqui para frente.

Para melhorar a jogabilidade e a disputa nas batalhas, diversas criaturas terão um reajuste de CP, mudando também os Pontos de Vida e os atributos de ataque e defesa. Com isso, os Pokémon com defesas muito altas terão uma pequena redução e outros monstrinhos, como o Rhydon, que já é bem poderoso, não deve ter um aumento considerável de CP ao virar um Rhyperior.

Fique ligado no Nova Post para mais detalhes.

Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero, é editor de internet do Jornal da Globo e escreve sobre tecnologia e games.