O Nova Post tem como objetivo trazer um jornalismo de qualidade a partir das coberturas e análises nas áreas de tecnologia cotidiana (smartphones, televisores, etc.), games (jogos para computador, videogames, mobile e e-sports, englobando também o universo feminino) e internet das coisas.
d

The Point Newsletter

Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error.

Follow Point

Escreva sua busca acima e pressione enter para buscar. Pressione Esc para cancelar.

5 motivos para escolher o iPad Pro (2018) como seu próximo computador

Em vídeo promocional, Apple destaca as novidades do novo iPad Pro que podem te fazer sair de vez do mundo dos PCs.

O novo iPad Pro foi anunciado em outubro, em um evento especial da Apple em Nova York. Durante a apresentação, foi possível ver o salto do tablet da Maçã em comparação ao seu último iPad feito para profissionais. Com um design renovado e grandes melhorias internas, aproveitamos o vídeo lançado pela empresa nesta segunda (19) para elencar os principais pontos que podem te fazer trocar um notebook por este tablet.

E se você tiver curiosidade de saber como é usar um iPad Pro como computador principal, é só tocar aqui para ver a nossa análise.

O melhor processador já criado pela Apple

A primeira coisa que torna o iPad Pro de fato profissional é o seu processador. A Apple afirma que o tablet é mais veloz do que 92% dos notebooks vendidos no último ano. Das duas, uma: ou as pessoas estão comprando notebooks muito básicos ou esse iPad realmente é um monstro.

O A12X Bionic é uma variação do chip presente nos novos iPhones XR, Xs e Xs Max. Totalmente preparado para Realidade Aumentada, o Sistema Neural dele processa 5 trilhões de operações por segundo. Em tarefas simples, que precisam de apenas de um núcleo, ele chega a ser 35% mais rápido que a geração anterior, o A10X, e até 90% mais rápido em aplicativos que exigem todo o poder do processador. A sua GPU de 7 núcleos permite uma performance gráfica até 50% melhor.

Isso significa que o usuário realmente pode esperar um desempenho profissional do tablet e que não há jogo ou aplicativo na App Store que ele não possa rodar com tranquilidade. E com todo esse poder, o segundo item mostra que o iPad Pro é mais do que um tablet.

O novo iPad Pro é o que você conseguir fazer dele

Se não é o processamento que vai te fazer parar, há uma infinidade de possibilidades com uma tela de 11 ou 12,9 polegadas. O iPad pode ser um estúdio de música, um livro, um videogame e, como mostrado por alguns youtubers recentemente, até mesmo a sua ilha de edição de vídeo.

Com uma câmera de 12MP e uma de selfie de 7MP, o usuário pode fazer uso do Modo Retrato, Iluminação de Estúdio e até do ajuste de desfoque. Seja para gravar vídeos em 4K, andar por aí fazendo fotos ou simplesmente escanear documentos, o iPad deve trazer a qualidade que você precisa na hora de encaminhar aquele arquivo importante.

Para os editores de foto, uma dica: o Photoshop completo chega para o iPad Pro em 2019. E esse é só o começo de aplicativos profissionais para um tablet profissional.

Leve, solto e sempre conectado

Outro ponto que a Apple bate no novo iPad Pro é que ele pode ser levado para todos os lugares – e sempre se manter conectado com uso do 4G (ou do Acesso Pessoal, direto do seu iPhone).

Pesando entre 468 gramas e 633 gramas dependendo do tamanho da tela que você escolher, provavelmente o iPad não vai incomodar na bolsa. Vale lembrar que o tablet já conta com a tecnologia do eSim e depende apenas das operadoras brasileiras permitirem a contratação desse plano sem de fato você precisar colocar um chip físico.

Face ID e iOS 12

Uma novidade apresentada no iOS 11 é o “Arrastar e Soltar”. Truques como esse, que permitem levar um imagem do Safari para o Bloco de Notas, por exemplo, foram aprimorados no iOS 12. Funções como o FaceTime com 32 pessoas, adição de vários Memojis e os gestos no iPad que chegaram com o novo sistema operacional se juntam ao Split View (dividir a tela), vídeos em miniatura, entre outros atalhos.

Outra adição é a tela Liquid Retina, apresentada com o iPhone XR, e traz um design praticamente sem bordas. A Apple abandonou também em seu tablet o botão inicial e abraçou de vez os gestos – e sem o notch do iPhone X.

Com isso, os usuários podem abraçar o reconhecimento facial da empresa, o Face ID, também no iPad. A tecnologia funciona em qualquer orientação que você deixar o tablet: na vertical ou na horizontal, com o sensor para cima ou para baixo, não importa.

Apple Pencil e Smart Keyboard

E o que seria do iPad Pro sem os seus acessórios? Com o Apple Pencil 2.0 e uma nova Smart Keyboard, o usuário aproveita com mais facilidade tudo o que o tablet tem a oferecer.

Começando pelo Apple Pencil, agora ele carrega por indução magnética no iPad. O toque ficou ainda mais preciso e o lag na hora de desenhar ou escrever que já era difícil de perceber, ficou imperceptível. A Smart Keyboard agora permite duas inclinações diferentes (para o colo e para a mesa) e há uma proteção extra na traseira do tablet, que antes ficava descoberta.

O novo iPad Pro vem em dois tamanhos (11 polegadas e 12,9 polegadas), duas cores (Cinza-Espacial e Prateado), quatro opções de armazenamento (64GB, 256GB, 512GB e 1TB) e duas configurações de rede (Wi-Fi ou Wi-Fi e Celular). Veja todos os detalhes no site da Apple aqui.

Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero, é editor de internet do Jornal da Globo e escreve sobre tecnologia e games.