O Nova Post tem como objetivo trazer um jornalismo de qualidade a partir das coberturas e análises nas áreas de tecnologia cotidiana (smartphones, televisores, etc.), games (jogos para computador, videogames, mobile e e-sports, englobando também o universo feminino) e internet das coisas.
d

The Point Newsletter

Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error.

Follow Point

Begin typing your search above and press return to search. Press Esc to cancel.

Análise: pulseira de titânio para Apple Watch da NOMAD

Pela primeira vez, a NOMAD traz uma pulseira de metal para o Apple Watch; confira as nossas impressões.

Em fevereiro, a NOMAD lançou a sua primeira pulseira de metal para Apple Watch. Custando US$ 179,95 e disponível nas cores Preto e Prata, ela é uma opção bem mais em conta do que a de elos, vendida pela Apple, por US$ 449 (ou R$ 2.499). Durante esse último mês tenho usado a pulseira de titânio na cor preta, cedida pela NOMAD, para ornar com o Apple Watch Series 4 dourado de 44 mm.

Primeiras impressões

Este não é o primeiro produto que eu testo da NOMAD, tendo como base a carteira com rastreador e a case dos AirPods (mais informações em breve), é de se esperar um padrão elevado da marca. A caixinha que vem a pulseira, além de mostrar que é uma “edição limitada” traz uma proteção para o acessório, caso o usuário prefira usar uma band durante o dia e usar a da NOMAD apenas em ocasiões especiais.

Também vem incluso uma ferramenta para adicionar ou remover elos da pulseira, assim o usuário consegue usá-la da maneira mais confortável. Confesso que precisei procurar um pequeno tutorial para fazer isso, porque a minha experiência com pulseiras se resumia às de silicone e nylon – e elas são bem mais simples de ajustar.

Pode ser que a pulseira de titânio se encaixe perfeitamente no seu braço de primeira ou que talvez você precise perder alguns minutos para fazer todos os ajustes, mas vale a pena. Depois, é só guardar os elos extras em um segundo saquinho, junto com a ferramenta.

Outro truque que precisei aprender foi a de encaixar o acessório no Apple Watch. Neste caso, você precisa prender os dois lados da pulseira ao mesmo tempo, senão ela não entra. Também demorei alguns bons 20 minutos, mas depois de tanto tirar e colocar, é uma experiência ok de fazer novamente.

Construção, visual e uso

Como já dito, essa é a primeira pulseira de metal da NOMAD. No fecho do acessório está gravado o logo da marca e na parte de dentro está escrito TITANIUM. O mais interessante de usá-la é que ela dá uma sensação de relógio-relógio para o Apple Watch. Enquanto a linha Gear e Galaxy de smartwatches da Samsung tem uma pegada mais clássica, a Apple deixa bem mais claro que ela vende um wearable – e que é o dela.

Por isso, usar a pulseira de titânio da NOMAD deu uma sensação muito mais de relógio para o Apple Watch. O modelo preto combinou bem com a cor dourada da caixa do Watch e deu um visual mais sóbrio para ele.

Eu, particularmente, gosto de usar essa pulseira com uma pequena folga e ela é confortável na maior parte do tempo. Os meus “problemas” com ela são no trabalho, que ela acaba raspando na mesa enquanto eu digito e às vezes ela enrosca em algum pelo do braço, mas nada que te faça desistir.

Mesmo com isso e ao usá-la de vez em quando ao pedalar, a pulseira ainda não apresenta nenhum traço de desgaste. É claro que ela ainda é extremamente nova, mas volto a atualizar o artigo se algo fora da curva acontecer.

Outra coisa importante para dizer é que é possível carregar o relógio com a pulseira, mas depende do carregador. Se ele estiver deitado ou for o padrão do Apple Watch, dá para dar um jeito. Se você usar algo preso na superfície, como será o AirPower, da Apple, vai ser preciso usar outra band, porque ela é uma construção única e não duas pulseiras que se juntam.

Vale a pena?

Com uma excelente construção, cuidado com os detalhes, uma ferramenta para remover e adicionar elos, além de alguns adicionais, mostram que a NOMAD faz valer os quase US$ 180. É claro, existem diversas opções paralelas e extremamente baratas, mas se você busca uma pulseira de metal de verdade e não está disposto a pagar os quase US$ 500 do modelo da Apple, feito em aço inoxidável, essa é uma das melhores opções que você vai encontrar.

Vale notar que apesar da pulseira de titânio ser promovida com os relógios de 40 mm e 44 mm, ela também encaixa nas versões anteriores do Apple Watch 38 mm e 42 mm.

A minha dica é deixá-la para usar em ocasiões especiais , como jantares e reuniões importantes e, para o dia-a-dia, a pulseira de silicone que você já está acostumado. Você encontra o acessório no site da NOMAD aqui.

Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero, é editor de internet do Jornal da Globo e escreve sobre tecnologia e games.