O Nova Post tem como objetivo trazer um jornalismo de qualidade a partir das coberturas e análises nas áreas de tecnologia cotidiana (smartphones, televisores, etc.), games (jogos para computador, videogames, mobile e e-sports, englobando também o universo feminino) e internet das coisas.
d

The Point Newsletter

Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error.

Follow Point

Begin typing your search above and press return to search. Press Esc to cancel.

Disney+: tudo o que você precisa saber sobre o serviço de streaming

Com lançamento marcado para o dia 12 de novembro, nos EUA, o serviço Disney+ tem preço definido no exterior e data prevista para chegar ao Brasil.

A Disney anunciou nesta quinta-feira (11), durante o Dia dos Investidores, o seu novo serviço de streaming de vídeos, o Disney+. Marcado para ser lançado no dia 12 de novembro, nos Estados Unidos, a empresa americana espera que ele esteja disponível globalmente nos próximos dois anos.

Por US$ 6,99 ao mês, o serviço contará com os seus grandes estúdios e marcas, como a própria Disney, Pixar, Marvel, Star Wars, National Geographic e 20th Century Fox, com as 30 temporadas de Simpsons.

Disponível nas Smart TVs, Apple TV e dispositivos móveis, no primeiro ano de lançamento, o Disney+ promete lançar mais de 25 séries e 10 filmes originais, além de documentários e especiais, dos contadores de história mais bem-sucedidos e criativos da indústria.

Entre os títulos anunciados, dos Estúdios Marvel, estão “The Falcon and The Winter Soldier”, WandaVision” e a série animada “Marvel’s What If…?”. Dos Estúdios Walt Disney Animation, uma série-documentário sobre o trabalho de fazer Frozen 2 será lançada com o nome “Into The Unknown: Making Frozen 2”.

Da Pixar, os projetos têm como base Toy Story, com a série animada “Forky Asks a Question” e o curta-metragem “Lamp Life”. A National Geographic terá o documentário “The World According to Jeff Goldblum” e “Magic of the Animal Kingdom”.

Em relação à produção de TV da Disney, além de um filme original de Phineas e Ferb, os consumidores podem esperar pelo primeiro live-action de Star Wars ˜The Mandalorian”, assim como uma temporada exclusiva de “Star Wars: The Clone Wars”. Para os fãs de HSM, a série “High School Musical: The Musical: The Series” também já foi anunciada, assim como a série de “Loki”, com Tom Hiddleston, “Monster at Work”, “Diary of a Female President” e os filmes live-actions de “Dama e o Vagabundo”, “Noelle”, Togo”, Timmy Failure” e “Stargirl”.

Séries não-ficcionais como “Be Our Chef”, “Cinema Relics: Iconic Art of the Movies”, “Earthkeepers”, “Encore!”, além de “Marvel’s 616”, “Marvel’s Hero Project”, “(Re)Connect”, “Rogue Trip” e “Shop Class” também estão nas promessas da Disney.

Disney+ chega na América latina no final do ano que vem

O serviço de vídeos Disney+ contará também com títulos da Fox como “The Sound of Music”, “The Princess Bbride” e “Malcolm In the Middle”. Esses conteúdos irão se juntar a uma coleção de mais de 7.500 episódios de séries de TV e 500 filmes incluindo blockbuster de 2019 e além.

A Disney promete que o Disney+ terá uma navegação simplificada e fácil de descobrir os seus próximos programas favoritos, com páginas dedicadas a Disney, Pixar, Marvel, Star Wars e National Geographic. Os assinantes poderão também customizar o perfil para receberem experiências personalizadas. O serviço trará também suporte a conteúdo em 4K HDR, algo que a HBO, por exemplo não traz.

Enquanto os norte-americanos terão a chance de conferir todas as novidades do Disney+ de cara, os brasileiros terão de esperar entre o final de 2020 e o começo de 2021 para ter acesso aos conteúdos da nova plataforma. Por outro lado, outro serviço que deve dar as caras por aqui ainda em 2019, mas sem preço definido, é o Apple TV+, da Apple. Fique ligado no Nova Post para mais novidades sobre as novas plataformas de vídeo.

Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero, é editor de internet do Jornal da Globo e escreve sobre tecnologia e games.