O Nova Post tem como objetivo trazer um jornalismo de qualidade a partir das coberturas e análises nas áreas de tecnologia cotidiana (smartphones, televisores, etc.), games (jogos para computador, videogames, mobile e e-sports, englobando também o universo feminino) e internet das coisas.
d

The Point Newsletter

Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error.

Follow Point

Escreva sua busca acima e pressione enter para buscar. Pressione Esc para cancelar.

Análise: Fone Wireless AKG Y500, qualidade sonora e bom custo-benefício

Nova Post recebeu o modelo para teste que promete uma bateria de longa duração, carregamento rápido, qualidade de som e tecnologia Ambiente Aware.

Em abril, a Samsung anunciou a chegada do seu novo fone Wireless AKG Y500 no Brasil. A AKG é uma empresa com larga experiência no ramo de equipamentos musicais de qualidade. Para quem não sabe, a Samsung comprou em dezembro de 2016, a Harman International Industries, empresa norte-americana de áudio mais conhecida pelas marcas Harman Kardon, JBL e AKG. Na época, o valor pago pela empresa coreana foi de US$ 8 bilhões e uma das maiores compras da empresa na história.

Voltando ao AKG Y500, o Nova Post recebeu o modelo para teste que promete uma bateria de longa duração e carregamento rápido, qualidade de som e tecnologia Ambiente Aware, que controla a qualidade de ruído com o toque de um botão. O modelo pode ser encontrado em alguns varejistas por R$ 549,00, preço abaixo do anunciado no lançamento em abril por R$ 700,00. Confira abaixo análise completa:

Design

O Fone Estéreo Bluetooth AKG Y500 está disponível nas cores preto, rosa, azul e verde. O Nova Post recebeu a unidade na cor preta, que possui apenas um detalhe na cor prata metálico nas bordas. Na parte superior do fone, ele possui uma parte emborrachada que tem, em relevo, escrito o modelo do fone. O produto fica bem firme na cabeça, podendo ajustar o melhor encaixe. Ele tem uma haste que deixa bem firme na cabeça, sendo que ela é ajustável através de um pequeno detalhe feito em metal.

Um ponto que não gostei é que a base não é tão almofadada, em alguns usos longos que tive, a cabeça começou a doer um pouco.

Por outro lado, onde contém os falantes do fone de ouvido é muito bem almofadado com um excelente revestimento confortável. Nesta parte, ao usar por longas horas ouvindo música não me incomodou. Importante dizer que ele é do tipo On Ear, que fica sob o seu ouvido, mas não chega ao cobri-lo.

O aparelho possui alguns botões localizados na parte de baixa. Usei no dia-a-dia apenas o botão power, já que os principais controles podem ser feitos pelo smartphone. Além do botão power, ele tem uma outra alavanca para controle do volume que também tem o papel de retroceder uma faixa. Já o botão power, é responsável por colocar ou não o fone de ouvido no modo de pareamento. Quando estiver usando, controlar esses botões não é fácil, talvez só com muito tempo de uso para pegar a prática. De todo modo, ao utilizar a entrada P2, este problema é diminuído, já que ele possui um controle que fica posicionado no meio do cabo.

Em relação aos acessórios, quem comprar o Y500 receberá um kit com cabo para a conexão P2, carregamento e uma bolsa para transporte.

Qualidade do som

A qualidade sonora do Y500 é bem fiel ao som que é reproduzido, o que já é uma das tradição da AKG. Ele consegue apresentar um ótimo balanço de elementos, mesmo sem mexer no equalizador do celular.

Ao escutar hip-pop em músicas com mais graves como Old Town Road de Lil Nas X e On Chill de Wale, os sons ficaram numa boa qualidade, com os graves fortes. Já em músicas de rock, os agudos são fiéis e trazem uma boa sonoridade. É possível que você tenha que fazer alguns ajustes de equalização para conseguir extrair o máximo do fone, porém isso não chega ser um ponto negativo. Um ponto que senti falta foi um aplicativo para gerenciamento do fone e possibilidade de realizar alguns ajustes sonoros mais facilmente.

O Y500 é On Ear e mesmo assim consegue isolar bem os sons externos. Com uma porcentagem em 60% é possível isolar bem o som externo.

Modo Ambiente, Google Assistent e outros

O AKG Y500 possui suporte para os assistentes virtuais, como Google Assistente, Siri e Bixby. Na prática, isso facilita na hora de escutar o conteúdo de alguma notificação apertando apenas um botão, sem precisar olhar no celular.

O fone também vem com a tecnologia Ambiente Aware, que basicamente é um cancelamento de ruído. Ele é bem natural e não demora no que acontece e o que você escuta. Ele deixa o som mais abafado para que você continue ouvindo sua música, mas ao mesmo tempo, sem deixar de perceber situações que possam estar acontecendo no ambiente.

Outra função que gostei foi a pausa automática na reprodução de alguma música ao tirar o fone da cabeça. Embora não pareça, em caso que precise conversar com uma pessoa inesperadamente, a função faz a diferença.

Importante também dizer que AKG promete 33 horas de uso contínuo, mas como é difícil escutar por todo esse tempo continuamente, você conseguirá facilmente ficar uma semana com ele sem recarregar na bateria, que é de 900 mAh. Com o carregamento rápido, o fone consegue com apenas cinco minutos de tomada oferecer uma hora de uso.

Vale a pena?

A qualidade sonora do AKG Y500 é excelente, seja se você escuta mais rock ou hip-hop, ele consegue se adaptar para vários estilos musicais. A qualidade sonora é surpreendente ainda mais pela faixa de preço que, até o momento da publicação do review, poderia ser encontrado por R$ 549,00. Na época do seu lançamento, ele chegou por R$ 700,00.

Um ponto negativo é que utilizar ele por muito tempo me causou um pouco de desconforto, ou seja, ele pecou um pouco no conforto. Isso me incomodou durante os testes. Não chega a ser um pouco crucial, mas se você precisar do fone para longos períodos, terá um desconforto.

De forma geral, pelo preço e tecnologia que entrega, vale a pena sim comprar o AKG Y500. Além claro, de uma bateria de longa duração e um belo design, embora pouco confortável.

Jornalista formado pela Universidade Mogi das Cruzes, trabalha há 8 anos no mercado de tecnologia. Atualmente é PR no Grupo ZAP.