O Nova Post tem como objetivo trazer um jornalismo de qualidade a partir das coberturas e análises nas áreas de tecnologia cotidiana (smartphones, televisores, etc.), games (jogos para computador, videogames, mobile e e-sports, englobando também o universo feminino) e internet das coisas.
d

The Point Newsletter

Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error.

Follow Point

Escreva sua busca acima e pressione enter para buscar. Pressione Esc para cancelar.
  /  Tecnologias Cotidianas   /  Samsung sai na frente e lança Galaxy Fold

Samsung sai na frente e lança Galaxy Fold

Samsung-galaxy-fold-nova-post
Após problemas de desenvolvimento e atraso de meses, a Samsung dá início à corrida dos smartphones dobráveis com o Galaxy Fold.

O Galaxy Fold foi anunciado junto da linha de Galaxy S10, no começo do ano. Em abril, ele começaria a ser vendido em mercados selecionados, mas tudo atrasou após jornalistas e analistas de tecnologia começarem a ter problemas nos testes com o smartphone dobrável. Nesta sexta-feira (6), a Samsung dá início à corrida dos foldables e lança na Coreia do Sul o Galaxy Fold, que chega em breve a novos mercados.

O primeiro dobrável é considerado uma “nova categoria” pela sul-coreana. Com uma tela principal Dynamic AMOLED de 7,3 polegadas, ele também pode ser usado “fechado”, com um display Super AMOLED de 4,6 polegadas e proporções 21:9.

Ao todo, o Galaxy Fold conta com seis câmeras: a frontal externa de 10 MP, a câmera frontal dupla com 10MP e outra de profundidade de 8MP e a câmera tripla traseira com uma grande angular de 16MP, a principal de 12MP e uma telefoto de 12MP.

O processador é o mesmo disponível no Galaxy S10. Com 12GB de RAM e 512GB de armazenamento interno, a bateria dele é de 4.380 mAh e há uma versão com conexão 5G. O Fold conta com funções da linha S10 e Note10, como carregamento reverso, carregamento sem fio e carregamento rápido por um cabo USB-C.

Após chegar na Coreia do Sul, outros países como a França, Alemanha, Cingapura, Reino Unido e Estados Unidos serão os próximos a receber o foldable nas cores Preto e Prata. Custando perto dos US$ 2.000, ele vem na caixa com os Galaxy Buds. Ainda não há previsão do Galaxy Fold chegar ao Brasil.

O que aconteceu com o Galaxy Fold

O Galaxy Fold tinha, aparentemente, dois grandes problemas. Uma película que parecia removível, mas que era parte da tela e inutiliza o display se retirado e a dobradiça interna que entrava em atrito com a tela no modo tablet.

De acordo com a Samsung, eles aprimoraram o aparelho nos últimos meses para garantir que “ele ofereça a melhor experiência” melhorando o design e a construção do produto.

Mostrado na IFA, os jornalistas que testaram o produto disseram que essa película que parecia poder ser removida foi colocada para dentro do display.

Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero, é editor de internet do Jornal da Globo e escreve sobre tecnologia e games.