O Nova Post tem como objetivo trazer um jornalismo de qualidade a partir das coberturas e análises nas áreas de tecnologia cotidiana (smartphones, televisores, etc.), games (jogos para computador, videogames, mobile e e-sports, englobando também o universo feminino) e internet das coisas.
d

The Point Newsletter

Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error.

Follow Point

Escreva sua busca acima e pressione enter para buscar. Pressione Esc para cancelar.
  /  Tendências   /  Maratona UNICEF SAMSUNG para melhorar a educação no Brasil está com inscrições abertas

Maratona UNICEF SAMSUNG para melhorar a educação no Brasil está com inscrições abertas

A segunda edição da maratona UNICEF SAMSUNG busca por soluções que contribuam com a educação brasileira criando aplicativos.

Estão abertas as inscrições para a maratona UNICEF SAMSUNG. A segunda edição do Fundo das Nações Unidas com a empresa sul-coreana é voltada para alunos do Ensino Médio que queiram criar aplicativos que ajudem a educação brasileira.

Criada em 2018, a maratona reúne alunos de escolas públicas, professores e profissionais de tecnologia para criar apps voltados para a educação. A iniciativa reúne especialistas e autoridades que apresentaram os resultados da edição do ano passado, além de falar sobre as contribuições da tecnologia para a educação.

O evento de lançamento da segunda maratona aconteceu na última quinta-feira (19) e contou com a participação de Tel Amiel, doutor em Tecnologia Educacional pela Universidade da Georgia e professor da Faculdade de Educação da UnB, que debateu com o público a criação colaborativa de tecnologia e os impactos do seu uso na escola.

Como se inscrever para a Maratona UNICEF SAMSUNG 2019

As inscrições para a Maratona UNICEF SAMSUNG estão abertas até 27 de outubro. A proposta é unir programadores, designers, desenvolvedores, estudantes, professores, com o objetivo de promover o desenvolvimento de protótipos de aplicativos para dispositivos moveis, usáveis em sala de aula, para as áreas de conhecimento do Ensino Médio (Língua Portuguesa e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias, Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Ciências Humanas e Sociais Aplicadas).

Cada equipe deve incluir um professor de escola pública, um estudante do Ensino Médio público, três estudantes de Ensino Médio técnico ou graduação com matrículas ativas, podendo ser de: escolas públicas, escolas técnicas, Universidades Públicas ou Privadas, ou de Institutos Federais.

Para se inscrever, é só entrar aqui.

Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero, é editor de internet do Jornal da Globo e escreve sobre tecnologia e games.