Redes Sociais

Olá, o que você está procurando?

Nova Post

Análise

Análise: Samsung Galaxy S21 Plus, o melhor do Android

Irmão do meio, o Samsung Galaxy S21 Plus é ideal para quem busca um smartphone super premium com tela grande e especificações de ponta.

No começo de 2021, a Samsung anunciou como de costume a atualização da sua linha Galaxy S, dessa vez com o Galaxy S21, Galaxy S21 Plus e Galaxy S21 Ultra. 

Diferente dos outros anos, no entanto, a empresa sul-coreana aproximou a linha S da “área cinza” dos seus melhores celulares da linha A ao mesmo tempo que destacou o Galaxy S21 Ultra, o mais parrudo e mais caro dos smartphones da empresa, para uma categoria ainda mais premium.

Nas próximas linhas, conto da minha experiência com o Samsung Galaxy S21 Plus depois de um mês de uso. O celular foi emprestado pela empresa para esta análise.

Design, acabamento, tela e leitor de digitais

A Samsung está acostumada a acertar em cheio no design da linha Galaxy S, mas em 2021 a empresa não apresentou nada fora do padrão. Enquanto o modelo violeta com dourado chama bastante atenção, as variantes em preto e branco são discretas e sóbrias. A questão, no entanto, é que o acabamento em vidro fosco no Galaxy S21 Plus ficou mais parecido com plástico e alumínio.

No meu modelo de testes, o Galaxy S21 Plus branco realmente parece uma combinação de plástico e alumínio, o que até poderia fazer sentido já que a Samsung apostou nessa combinação no modelo menor, o Galaxy S21. O problema é que para um smartphone super premium oferecer esses materiais, mostra que a empresa economizou e preferiu o argumento de que a maioria dos consumidores “usam uma case”.

Vale ressaltar que não é o caso do Galaxy S21 Plus, mas ele não chama atenção como os modelos feitos em vidro da geração passada.

Fora isso, o celular tem um relevo bem OK no conjunto de câmeras comparado a tantos outros fabricantes e aposta apenas em uma única entrada USB-C, deixando de lado a entrada do cartão microSD e de fones de ouvido. Ele também tem apenas um slot de cartão SIM, mas é possível configurar um segundo número usando o eSIM.

Aqui, o que impressiona é a tela do celular. O Galaxy S21 Plus traz um display lindo de 6,7 polegadas com AMOLED Dinâmica 2X com apenas uma pequena interferência que é a câmera frontal em formato de “O”. 

As taxas de atualização variam entre 48 a 120Hz e se adaptam conforme o conteúdo exibido. As cores são vibrantes, o celular não apresenta lag e traz uma novidade em relação à geração anterior, que é a possibilidade de configurar o display do jeito que o usuário quiser, sem limitações.

O Galaxy S21 Plus é uma excelente smartphone para consumir conteúdos audiovisuais como a Netflix, YouTube e o GloboPlay. É um prato cheio.

O leitor de impressão digitais também é rápido e veloz como nunca. Embutido no display, a Samsung mostra como desde o Galaxy S10 a empresa vem apostando nos melhores componentes para um desbloqueio rápido e seguro. Por se tratar de impressão digital, vale dizer que a mão suada ou molhada interfere diretamente no destravamento do celular, mas fora isso, o sensor reconhece de maneira muito simples a sua digital.

Processador e desempenho

No Brasil, a Samsung aposta no seu chip próprio, o Exynos 2100 em vez do processador top de linha da Qualcomm. Com 8GB de RAM e 128GB de armazenamento interno, é seguro dizer que o celular aguenta todas as tarefas que o usuário rode nele.

Não tive problemas com redes sociais, jogos simples, tirar foto, gravar vídeos e nem nada. O único momento que o Galaxy S21 Plus deu pequenas engasgadas foi ao jogar Fortnite com as configurações no máximo. Apesar de eu ser um péssimo jogador de battle royales, às vezes quando eu tentava entrar em uma casa ou passar de um cômodo para o outro rolava um lag que parecia que eu tinha conseguido ir para onde eu queria, mas eu continuava preso no mesmo lugar.

Apesar disso, a jogabilidade é muito boa, principalmente graças ao display AMOLED de 6,7 polegadas.

Android 11 e OneUI 3.1

A Samsung merece ser reconhecida sempre pela OneUI. A empresa coloca uma camada própria no software do Google que garante uma usabilidade melhor de celulares com tela grande. Por exemplo, tudo que é para ser visto está do meio do celular para cima. Tudo que é para ser clicado, está do centro para baixo. Isso facilita para você não precisar ficar sambando com o celular na mão.

Alguns truques únicos também são bem interessantes: Pasta Segura, que permite esconder aplicativos, fotos e documentos em um lugar que só você sabe onde está e o Dual Messenger, que permite que você tenha dois WhatsApps, dois Messengers, etc. 

Agora, ao mesmo tempo que isso é legal, o usuário Galaxy precisa saber onde vai armazenar os seus arquivos já que a Samsung oferece diversos produtos similares aos já oferecidos pelo Google no Android: qual navegador usar, onde guardar as fotos, onde guardar as notas? Tudo isso pode virar uma bagunça se o usuário não se decidir no dia 1 quando começar a usar o celular.

A empresa sul-coreana promete atualizações do sistema operacional por pelo menos três anos, o que significa: o software atual e mais dois. Ao pensar na Apple e o suporte que ela dá ao iOS, já passou da hora da Samsung alongar a vida dos seus smartphones top de linha.

Câmeras do Galaxy S21 Plus: tudo o que você precisa e muito mais

O conjunto de lentes da câmera principal do Galaxy S21 Plus é o mesmo do Galaxy S21, mas dessa vez não dá para dizer que a Samsung economizou. A câmera principal tem 12MP e abertura f/1,8, a câmera grande angula tem um sensor de 12MP com abertura f/2,2 e lente de 120 graus e há também uma lente teleobjetiva com 64MP e abertura f/2,0. O celular tem até 3x de zoom híbrido mas chega até 30x de zoom óptico, o que apesar de deixar borrada a imagem, permite dar uma de detetive.

O celular permite gravar em 8K, usar duas câmeras ao mesmo tempo e usar o incrível modo Single Take, que ao apertar uma vez o botão de tirar foto, ele realiza diversas ações, gravando vídeos, fazendo GIFs, adicionando efeitos e mais. Um prato cheio para registrar crianças e animais de estimação que não param quieto.

O Modo Noturno da Samsung é muito bom também. De maneira geral, as câmeras trazem imagens fiéis, as pessoas parecem mais reais e menos “photoshopadas” e é uma câmera bem confiável para só tirar do bolso e fazer uma boa imagem. Para quem quer aproveitar mais, há muito o que mexer nas câmeras da Samsung.

Uma função que chegou com o Galaxy S9 e até hoje é uma boa adição são as cenas: dependendo para onde que você aponta o celular, ele já traz uma pré-configuração de como fazer a melhor foto daquele momento. Para mim, a melhor parte foi tirar fotos com 64MP e aproveitar a riqueza dos detalhes.

Minha única reclamação mesmo é com o Modo Lua, que a Samsung faz um zoom de 30x péssimo parecer uma foto incrível, mas a verdade é que é muito mais um truque do que de fato a super capacidade da câmera, como você pode ver no teste abaixo que a Lua aparece, mas por estar claro, a câmera não detecta o astro para fazer a magia da “foto perfeita”:

Por fim, a câmera de selfie de 10MP também me surpreendeu e fez boas fotos sem ativar todos os filtros de embelezamento que eram marcas registradas da Samsung.

Bateria

A bateria do Galaxy S21 Plus também é de dar um banho. Com 4.800 mAh, é tranquilo chegar ao fim do dia com quase 50% de bateria. O ponto negativo é que a empresa deixou de lado o carregador na caixa e o usuário precisa ter um em casa para poder carregar o celular.

O ponto positivo, no entanto, é que há mais de cinco anos, a empresa aposta no mesmo carregador rápido com porta USB-C, então se você vem de um Galaxy S7, por exemplo, pode ficar tranquilo que aquele carregador mesmo vai funcionar perfeitamente.

O carregamento rápido também é uma facilidade e tanto, trazendo 50% de bateria em praticamente 30 minutos. O celular traz o carregamento reverso, para você carregar os Buds ou até mesmo outro celular ao encostar o S21 Plus em outro aparelho compatível com o padrão Qi.

Considerações finais sobre o Galaxy S21 Plus

Começando em R$ 6.999 no modelo de 128GB e chegando a R$ 7.399 na versão de 256GB, a alta do dólar pegou em cheio a Samsung, que mesmo tendo encarecido a linha Galaxy S nos últimos anos, sempre esteve em um preço mais OK do que a Apple. 

Enquanto nos Estados Unidos a empresa sul-coreana diminuiu o valor da linha S – e por isso a traseira de plástico no Galaxy S21 – no Brasil, o preço menor em dólar ainda assim trouxe um valor em real mais alto. A verdade é que em comparação com o Galaxy S20, há poucas mudanças na versão de 2021 para os modelos não Ultra, o que pode fazer valer a pena comprar um modelo 2020.

Por outro lado, vale lembrar também que já é possível encontrar o Galaxy S21 Plus com R$ 2.000 de desconto no varejo, deixando-o mais interessante para quem busca um celular top de linha, com tela grande e que seja um lançamento

Por fim, outro ponto que pode te fazer escolher por esse Galaxy é que a Samsung não planeja lançar a linha Note este ano, então se você está atrás do melhor Android para comprar em 2021, com certeza esse celular vai ser um Galaxy S21.

Com processador de ponta, suporte ao 5G, especificações premium e um excelente conjunto de câmera, é difícil não recomendar o Samsung Galaxy S21 Plus para quem busca o que há de melhor no Android.

Leia também:

Apple

Disponível ainda este ano no Brasil, Apple Fitness+ é o serviço da Maçã para donos de Apple Watch que querem uma vida mais saudável.

Apple

Em sua maior atualização, o novo iPad mini promete ser a escolha mais poderosa para quem quer um tablet compacto e com tecnologias de...

Apple

Apresentado no evento "Da Califórnia Para o Mundo", o novo iPad de entrada está mais potente do que nunca e com novidades "pro".

Apple

Mais Pro do que nunca, a nova linha do iPhone 13 Pro traz grandes melhorias com o que há de melhor em tela, câmera...