Redes Sociais

Olá, o que você está procurando?

Nova Post
XIAOMI-12-LANÇAMENTO-NO-BRASIL-DESTAQUE

Tecnologia

Xiaomi 12 chega ao Brasil por R$ 9.499,99

Modelo está abaixo do Xiaomi 12 Pro e acima do 12X, que não foram lançados aqui; Ele chega com destaques para o processador, tela e câmeras.

Lançado noutros mercados pelo mundo em 15 de março, o Xiaomi 12, novo flagship da fabricante chinesa, acaba de chegar oficialmente ao Brasil. Por aqui, o topo de linha chega disponível nas cores azul ou preta e com um preço sugerido de R$ 9.499,99.

É, meus amigos, alcançamos o momento em que praticamente todo smartphone premium beira as dezenas de milhares de reais. Por outro lado, o Xiaomi 12 promete compensar o preço alto trazendo, sobretudo, novas tecnologias de câmera.

Para começar, a lente principal, de 50 megapixels, tem abertura f/1.9, sensor de 1/1.56″, estabilização óptica e foco PDAF. O foco, aliás, ganha destaque na tecnologia ProFocus, que promete reconhecer e rastrear o objeto da cena, focando-o mesmo durante movimentos rápidos e inesperados.

XIAOMI-12-IMAGEM-OFICIAL-1
(Imagem: Xiaomi)

Além da câmera principal, o Xiaomi 12 também traz outras duas lentes: uma ultra-wide, de 13 megapixels (f/2.4, 123º) e uma macro, de 5 megapixels. A câmera frontal, por sua vez, tem 10 megapixels, abertura f/2.2, lentes de 26mm e foco automático.

E se você está se perguntando onde está a câmera teleobjetiva, é aí que a situação fica um pouco complicada pro Xiaomi 12. Isso porque, mesmo custando quase 10 mil reais, o aparelho não é o mais capaz da empresa, uma vez que ainda existe o Xiaomi 12 Pro.

Mais sofisticado e ainda mais caro, esse último até traz uma lente de zoom dedicada, mas apenas o Xiaomi 12 chegou ao Brasil nesta terça (10).

Voltando ao modelo lançado por aqui, outro destaque da Xiaomi durante o anúncio são as tecnologias de captura noturna. Além de suportar um modo de baixa luminosidade nas duas câmeras (wide e ultra-wide), o aparelho também tem um modo noturno para vídeo, que utiliza inteligência artificial para aprimorar os registros com pouca luz.

Enquanto isso, debaixo do capô…

(Imagem: Xiaomi)

Modelo da Xiaomi traz hardware parrudo, além de acabamento em alumínio e vidro (Gorilla Glass Victus sob o display e Gorilla Glass 5 na tampa traseira).

Saindo do departamento de câmeras, o novo smartphone da Xiaomi no Brasil traz novidades bem interessantes. A primeira delas é o processador Qualcomm Snapdragon 8 Gen 1, o mais recente da marca e que conta com litografia de 4 nanômetros, bem como oito núcleos.

No núcleo de maior potência, baseado na arquitetura Cortex-X2, o chip pode atingir até 3Ghz de clock máximo.

Segundo a Qualcomm, a nova CPU é 20% mais potente que a anterior, e a GPU Adreno 730, por sua vez, supera a geração passada em até 30%.

Esse novo chip, vale citar, é o mesmo utilizado na linha Galaxy S22, da Samsung, e no Motorola Edge 30 Pro. Com isso, apesar da Xiaomi prometer uma tecnologia exclusiva de resfriamento, o que eliminaria os problemas que alguns usuários da Samsung tem enfrentado com o processador, fica difícil justificar o preço tão mais alto.

Deixando isso um pouco de lado, o Xiaomi 12 ainda dispõe de 8GB de memória RAM e 256GB de armazenamento interno, sem possibilidade de expansão. Além disso, o modelo continua trazendo os acessórios de sempre nos aparelhos da Xiaomi, como o leitor de impressões digitais sob a tela, o conector infravermelho, o áudio estéreo e a tecnologia NFC.

Por último, mas não menos importante, vale ressaltar que a tela é outro grande atrativo do novo Xiaomi, que conta com um display AMOLED de 6,28 polegadas, repleto de tecnologias. Além de ser compatível com o espectro amplo de cores, DCI-P3, a tela suporta o HDR Dolby Vision, tem 1.100 nits de luminosidade e até 120Hz de taxa de atualização, que é variável.

A resolução, no entanto, é FullHD+, com 1080×2400 pixels. Nada que faça muita diferença, mas é difícil não esperar mais com um preço desses.

Ademais, muito embora o vidro que protege a tela seja um Gorilla Glass Victus, com resistência reforçada contra impactos, é bem desapontador o fato de que nenhum dos Xiaomi 12, nem mesmo o Pro, tenha acabamento aprova d’água.

Apesar não ser nada de especial, com seus 4.500mAh, a bateria é um ponto positivo, uma vez que o smartphone acompanha um carregador de 67 watts na caixa. Com isso, o Xiaomi 12 é capaz de ir de 0 a 100% de bateria em apenas 39 minutos.

Já para aqueles que não gostam de fios, há, ainda, a compatibilidade com carregamento wireless de até 50 watts. Neste caso, o acessório não está incluso na caixa, mas a Xiaomi explica que, caso o usuário o adquira, poderá dar uma carga completa no smartphone em apenas 53 minutos.

O Xiaomi 12 ainda é compatível com carregamento sem fio reverso, de 10 watts, podendo ser utilizado para recarregar outros dispositivos sem a necessidade de fios.

Acerca da disponibilidade, o aparelho já pode ser adquirido nas lojas físicas da empresa no Brasil, localizadas em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Salvador, ou, ainda, no site da marca por aqui: www.mibrasil.com.br

Leia também:

Tecnologia

Nesta quarta-feira (10), a Samsung anunciou durante o seu Unpacked em Paris os novos Galaxy Z Flip 6, Z Fold 6 e muitos outros...

Apple

Para aumentar a sua base, a Apple promove uma nova campanha de privacidade para que seus usuários escolham o Safari como navegador principal.