Redes Sociais

Olá, o que você está procurando?

Nova Post
Proteção de Dispositivo Roubado no iOS 17.3

Apple

Entenda como funciona o recurso de proteção anti-roubo do iPhone lançado com o iOS 17.3

O iOS 17.3 traz uma função anti-roubo para usuários de iPhone. Veja como esta camada de proteção extra deixa seu telefone mais seguro.

Com a chegada do iOS 17.3, a Apple disponibilizou diversos recursos, entre eles, uma nova camada de proteção “anti-roubo” para proteger usuários de iPhone de perderem seus dados ou dispositivo em um assalto.

Conhecido como Proteção de Dispositivo Roubado, a função anti-roubo do iPhone permite que dados sensíveis do iPhone não possam ser acessados ou alterados fora de locais seguros, como a sua casa ou local de trabalho. Com isso, fica mais difícil de terceiros fazerem mudanças críticas na sua conta ou dispositivo, como mudar a senha do Apple ID ou apagar o seu iPhone.

Onde encontro a função anti-roubo do iPhone?

Primeiro de tudo, é preciso baixar o iOS 17.3. Ele está disponível para usuários do iPhone XR, XS ou mais novos. Uma vez que o sistema operacional for baixado, siga os passos abaixo:

  • Abra os Ajustes do iPhone
  • Procure por Face ID e Código
  • Digite a sua senha
  • Ative a “Proteção de Dispositivo Roubado”.

O que é a Proteção de Dispositivo Roubado

A Apple diz que a Proteção de Dispositivo Roubado adiciona uma camada de segurança extra quando o iPhone está longe de locais familiares, como casa e trabalho. O Face ID é necessário para acessar certos dados e um atraso impede alterações rápidas aos ajustes de segurança.

Com isso, caso o seu iPhone seja roubado, esse atraso para alterar dados de segurança te dá uma chance de impedir que ladrões apaguem o seu dispositivo ou alterem as informações do seu ID antes que você consiga marcá-lo como perdido.

Anti-roubo de iPhone: Como funciona a autenticação por Face ID e este atraso nas alterações de segurança

Agora que você sabe como funciona a função de anti-roubo do iPhone, veja o que ela faz por você.

Com a Proteção de Dispositivo Roubado ativada, se o seu iPhone estiver em uma localização não familiar, você precisará autenticar com Face ID ou Touch algumas ações, como:

  • Utilizar senhas e passkeys salvos no Keychain
  • Auto-preencher dados de pagamento salvos no Safari
  • Desligar Modo Perdido
  • Apagar todos os conteúdos e ajustes
  • Usar o iPhone para configurar um novo dispositivo

Já com o atraso de segurança, você também vai precisar esperar por uma hora para fazer mudanças críticas nos ajustes de segurança do iPhone ou Do Apple ID.

Com isso, não só você vai precisar fazer a autenticação biométrica, mas será necessário esperar por uma hora para autenticar com o Face ID ou Touch ID novamente uma mudança crítica. Abaixo estão as funções que você precisa fazer a autenticação duas vezes:

  • Mudar a senha do Apple ID
  • Sair do Apple ID
  • Atualizar os ajustes de segurança do Apple ID, como alterar ou remover um dispositivo confiável, Chave de Recuperação ou Contato de Recuperação
  • Adicionar ou remover Face ID ou Touch
  • Mudar a senha do iPhone
  • Resetar todos os Ajustes
  • Desligar o Buscar
  • Desligar a Proteção de Dispositivo Roubado

Conclusão

Apesar desta novidade não impedir que você seja roubado, ela pelo menos te dá uma chance de evitar ter todos os seus dados comprometidos – ou do seu iPhone ser 100% apagado e revendido.

Mesmo assim, é importante lembrar de nunca reagir a assaltos e tomar cuidado com os seus dispositivos Apple. Abaixo, você pode saber mais sobre como o iOS 15 permite rastrear seu iPhone mesmo com ele desligado:

Leia também:

Apple

Com a chegada do Apple Search Ads no Brasil, usuários verão anúncios em posições-chave ao navegar pela App Store.