Redes Sociais

Olá, o que você está procurando?

Nova Post
Qual iPad escolher em 2022?

Apple

Qual iPad comprar em 2022? Confira o comparativo

iPad 9, iPad 10, iPad mini 6, iPad Air 5 ou iPad Pro com chip M2? Confira as diferenças entre os tablets e qual vale a pena comprar.

No final de outubro de 2022, a Apple lançou o iPad de décima geração e o novo iPad Pro com chip M2. Antes disso, no começo do ano, a empresa lançou o iPad Air 5 com chip M1. No ano anterior, foi atualizado o modelo mini. Quer entender qual a diferença entre os tablets da Apple e qual o melhor iPad para comprar em 2022? Confira o nosso comparativo abaixo.

iPad de nona geração: o básico

novo-ipad-9-nova-post-2

Em setembro de 2021, a Apple atualizou o iPad de entrada com o modelo de nona geração. Com tela de 10,2 polegadas, o dispositivo traz suporte ao True Tone pela primeira vez.

Graças ao processador A13 Bionic, ele é 20% mais veloz que a geração anterior. Além disso, ele traz o dobro de armazenamento que o modelo antigo, agora disponível em 64GB e 256GB.

A grande novidade deste tablet é a sua nova câmera frontal ultra-grande angular de 12MP, que usa inteligência artificial e aprendizado de máquina para ativar o recurso Palco Central. Com ele, o usuário está sempre centralizado em uma chamada de vídeo.

Este iPad é voltado principalmente para a educação. A Apple recomenda o tablet de nona geração como ferramenta poderosa para os estudos. Aliado com o Apple Pencil ou o Smart Keyboard, ele pode ser útil para soltar a criatividade. O iPad, por si só, também é um produto que promete durar por anos a fio para as tarefas mais simples, como ler, mexer nas redes sociais, ver filmes e séries, etc. A empresa promete dez horas de bateria ao navegar na web ou ver filmes.

No varejo, é possível encontrá-lo na casa dos R$ 2.600. No site oficial da empresa, a partir de R$ 3.899.

iPad 10: o novo padrão do básico

Lançado no final de 2022, o iPad 10 traz um design quase sem bordas para o então tablet mais barato da Apple. Com uma tela de 10,9 polegadas, ele traz três novas cores – além da versão em prateado – o processador A14 Bionic e uma porta USB-C.

Disponível em 64GB e 256GB, o iPad 10 tem um novo acessório chamado de Magic Keyboard Folio, que pode virar tanto um teclado quanto um repouso para o tablet para que você possa ver séries, filmes, etc. Uma das coisas mais interessantes neste produto é que ele é o primeiro iPad com a câmera frontal na horizontal, tornando mais fácil o uso dele para chamadas de vídeo.

Apesar de contar com uma porta USB-C, ele ainda funciona com o Apple Pencil de primeira geração e precisa de um adaptador para que o acessório se comunique com o tablet da primeira vez. No site oficial da Apple, ele começa em R$ 5.299.

iPad mini 6: potência em formato compacto

Também durante setembro de 2021, a Apple trouxe a maior atualização já vista para o iPad mini. Em sua sexta geração, ele ganhou um design similar ao do iPad Air, agora com 8,3 polegadas, Touch ID no botão lateral e porta USB-C em vez do conector Lightning.

Com o processador A15 Bionic, o mesmo do iPhone 13, o iPad mini 6 é 80% mais veloz do que seu antecessor. Ele também vem em duas versões de 64GB e 256GB. Além disso, o iPad mini 6 também traz suporte a conexão 5G no modelo Cellular.

E relação às câmeras, a traseira tem 12MP assim como a frontal. A diferença é que a câmera de FaceTime é uma ultra-grande angular com a função Palco Central. Vale também notar que este iPad funciona com a Apple Pencil de segunda geração.

Na casa dos R$ 3.600 no varejo, o iPad mini de sexta geração é ideal para quem quer um dispositivo compacto – mas maior do que um celular – e que ainda seja fácil de manusear para colocar as leituras em dia, ouvir músicas e podcasts, mexer nas redes sociais, além de fazer edições de fotos e vídeo. Com porta USB-C, é ainda mais fácil de transferir arquivos da câmera fotográfica, SSD externo, etc.

iPad Air de quinta geração: mais ‘Pro’ do que nunca

iPad Air 5 destaque

Em sua quinta geração, o iPad Air agora conta com o chip M1 dos Macs e também do iPad Pro. Com isso, ele fica ainda mais rápido e preparado para as tarefas mais pesadas do dia a dia.

Com 11 polegadas, o tablet também trouxe suporte à rede 5G e câmera frontal ultra-grande angular de 12MP com a função Palco Central. Conforme a Apple explica, o iPad Air 5 é até duas vezes mais rápido ao transferir dados via USB-C, tem CPU 60% mais rápida, GPU com o dobro de velocidade e uma bateria ainda mais eficiente que a do seu antecessor.

O tablet vem em novas cores (roxo, azul, rosa, estelar e meia-noite), mas mantém as mesmas opções de armazenamento de sempre: 64GB e 256GB.

Custando R$ 6.999 na loja da Apple, esse iPad pode substituir um computador para usuários mais exigentes, desde que ele opte por comprar o Apple Pencil de segunda geração ou o Magic Keyboard. Com o chip M1, o mesmo dos Macs, não há tarefa que este tablet não consiga concluir com velocidade. É ideal para quem precisa de uma máquina potente, mas não quer dar o salto para o iPad Pro, que conta com algumas particularidades.

iPad Pro com chip M2: quando os detalhes falam mais alto

iPad Pro M2

Anunciado em setembro de 2022, o iPad Pro de sexta geração refina as novidades do seu antecessor. Disponível em dois tamanhos, 11 polegadas e 12,9 polegadas, ele consegue ser tão poderoso quanto os novos Macs da Apple. Antes das diferenças, as similaridades entre os aparelhos.

Ambos contam com o poderoso chip M2, que traz melhorias tanto na GPU, CPU e processamento neural que a geração anterior. A capacidade de armazenamento deles vai de 128GB, para 256GB, 512GB, 1TB e 2TB. Os modelos com mais de 1TB contam com 16GB de RAM, enquanto os com menos de 1TB têm 8GB de RAM.

Com um conjunto de câmeras similar ao do iPhone Pro, ambos os iPads contam com uma lente Wide de 12MP e uma Ultra Wide de 10MP com suporte a gravação em 4K e estabilização de imagem. A lente frontal tem novidade já que é uma Ultra Wide de 12MP que contam com a função Center Stage, ou seja, não importa onde o usuário esteja posicionado, a câmera, com ajuda do sensor do Face ID, o centraliza em uma ligação FaceTime e garante que ele esteja olhando para as pessoas de igual e não de baixo para cima, como acontece com os iPads no modo horizontal.

A Apple também traz suporte ao 5G nesses iPads, cinco microfones com “qualidade de estúdio” para ligações, vídeos e gravações de áudio, quatro alto-falantes, uma porta Thunderbolt, que é a mesma entrada que o USB-C mas com velocidade maior de transferência de dados, além de dez horas de bateria ao navegar na web. Ambos os iPads podem ser usados com o Magic Keyboard (também disponível em branco) e o Apple Pencil de segunda geração.

Enquanto o iPad Pro de 11 polegadas tem uma tela Liquid Retina com tecnologia ProMotion, resistência à gordura da mão e com uma camada antirreflexo, o modelo de 12,9 polegadas introduz a Liquid Retina XDR display, um painel de mini-LED que garante cores mais vivas, um preto mais profundo e picos de brilho em HDR de 1600 nits, próximo do que o monitor Pro Display XDR faz.

Esses iPads são focados para o público de fato profissional e que estão dispostos a gastar bastante dinheiro. Designers, engenheiros, cientistas, editores de foto e vídeo podem tirar a máxima vantagem dessa telona com armazenamento de ponta e um processador que bate de frente com qualquer outro chip do mercado.

O modelo de 11 polegadas começa em R$ 9.799 e o de 12,9 polegadas, R$ 13.299.

Qual iPad escolher em 2022?

A Apple vende iPad para todos os públicos. Desde o modelo de entrada, para um usuário mais casual, mas que não vai ficar na mão, ao modelo mini para alguém que quer praticidade e potência, o Air para quem precisa de uma tela maior e suporte a um teclado e até para os profissionais que precisam das especificações de ponta dos modelos Pro.

Para que a experiência do iPad seja completa, recomenda-se a compra do Apple Pencil, Smart Keyboard ou Magic Keyboard, dependendo da necessidade de cada usuário. Enquanto o Apple Pencil gira em torno de R$ 1.000 a R$ 1.500, o Smart Keyboard fica em torno de R$ 1.699 a R$ 2.000 e o Magic Keyboard pode chegar aos R$ 4.449 para o iPad Pro de 12,9 polegadas.

Escolher um iPad com acessórios pode chegar a custar mais do que comprar um MacBook, mas se você está atrás da praticidade do iPadOS com uma experiência móvel, não há tablet que supere um desses modelos.

Leia também:

Apple

A Apple deve apresentar durante a WWDC 2024 as novidades dos seus futuros sistemas operacionais – iOS 18, iPadOS 18, macOS 15, watchOS 11,...

Apple

O iPad Pro M4 traz ainda mais novidades do que aquelas anunciadas pela Apple. Confira outros recursos e segredos deste tablet.