Redes Sociais

Olá, o que você está procurando?

Nova Post
5G "Puro" Começa A Funcionar No Brasil; Confira Primeiras Impressões E Como Utilizar

Tecnologia

5G “puro” começa a funcionar no Brasil; confira primeiras impressões e como utilizar

Claro, Tim e Vivo iniciaram transmissões do 5G “puro” nesta quarta-feira, em Brasília; veja a lista de aparelhos compatíveis.

Brasília é a primeira cidade do país a contar com o 5G standalone (5G SA), também conhecido como “5G puro”. Nesta quarta-feira (6), Claro, Tim e Vivo iniciaram a disponibilização do sinal, e as taxas de download na capital federal passam dos 1000Mbps, em alguns testes.

No caso da Claro, a empresa afirma que já começou a disponibilizar o 5G+ para seus clientes do Distrito Federal. O 5G+, no entanto, é uma marca da operadora e abarca tanto o 5G “puro”, de 3,5Ghz, quanto o “impuro”, de 2,3Ghz.

Essa diferença é importante porque, muito embora seja mais rápido que as variantes mais recentes do 4G, o 5G de 2,3Ghz, conhecido como 5G DSS e que já está em operação noutras capitais do país, não utiliza a frequência nativa da nova geração. Sendo assim, o 5G DSS é consideravelmente mais lento que os padrões SA e NSA, de 3,5Ghz.

Por sua vez, Vivo e Tim também já começaram a transmissão do novo sinal em Brasília, cada uma com cem antenas espalhadas pela cidade.

No caso da operadora italiana, TIM, a promessa é alcançar até 50% das principais áreas do Distrito Federal, incluindo o Plano Piloto, Ceilândia, Cruzeiro, Gama, Guará, Lagos Norte e Sul, Recanto das Emas, Samambaia, Santa Maria, SIA, Taguatinga e Vicente Pires.

Além disso, em um prazo de até dois meses, a Tim também promete aumentar o número de antenas para 164, alcançando 60% da população da região.

Por que Brasília furou a fila do 5G puro?

Brasília não foi a primeira cidade com o 5G de verdade “à toa”, tampouco por se tratar da capital nacional. Ocorre que, devido a sua densidade populacional, o Distrito Federal é a região ideal para que as operadoras alcancem o maior número de consumidores com o menor número de antenas.

Conforme regra do edital da Anatel, as operadoras tinham até 31 de julho para oferecer o 5G puro a pelo menos 1% da população do país.

Como habitante da capital federal, posso dizer que a experiência com o 5G da Vivo tem sido satisfatória. Até então, mesmo com o ícone do 5G aparecendo no aparelho, a velocidade de navegação não surpreendia, em comparação com o 4G; a partir de hoje (06), no entanto, as taxas de download e upload chegam a superar a minha rede doméstica, que é da Claro/NET.

No teste do SpeedTest com o iPhone 13 Pro, os números chegaram a incríveis 1.106Mbps no download, 15ms de latência e 44,9Mbps de upload. Já no teste da Fast, ferramenta da Netflix, as mesmas taxas foram de 1,5Gbps, 18ms e 42Mbps, respectivamente.

Como esses resultados se traduzem na vida real? É difícil concluir, ainda mais porque os planos móveis são bem mais restritivos quando o assunto é franquia, ou seja, o consumo do pacote de dados contratado.

Por isso, apesar da velocidade surpreendente, eu não recomendaria usar essa rede para baixar filmes, tampouco para jogar games via streaming.

5G da Tim exige pagamento adicional

Ao contrário da Claro e da Vivo, que não pretendem cobrar mais pelo acesso ao 5G de verdade, a Tim explica que o uso da nova rede dependerá da contratação de um plano de 50GB.

Durante o primeiro ano, este plano será grátis, já depois do prazo, será preciso pagar R$ 20 pelo acesso, que também incluirá um serviço de games. Por outro lado, no caso do 5G NSA, a empresa afirma que todas as linhas pré, pós e controle poderão acessar a rede sem trocar de plano.

Quais aparelhos 5G estão disponíveis no Brasil?

Assim como ocorreu com o 4G há pouco mais de uma década, a consolidação do 5G no Brasil e no mundo tem sido feita gradativamente. Com isso, não só as operadoras estão adaptando sua infraestrutura para suportar a nova tecnologia, mas também as fabricantes de smartphones.

Hoje, já há dispositivos dos segmentos intermediários e topo de linha com conectividade 5G. Adicionalmente, tal como já acontecia com o 4G, a velocidade máxima suportada costuma variar conforme o ano de lançamento e o preço do aparelho.

A seguir, confira os dispositivos compatíveis com a conectividade 5G, incluindo o 5G Puro, naturalmente, e que estão à venda no Brasil:

Apple

Samsung

  • Galaxy S20 FE;
  • Galaxy S21/S21 Plus e S21 Ultra;
  • Galaxy S22/S22 Plus e S22 Ultra;
  • Galaxy S21 FE 5G;
  • Galaxy A13;
  • Galaxy A22 5G;
  • Galaxy A32 5G;
  • Galaxy A33 5G;
  • Galaxy A52 5G;
  • Galaxy A52S 5G;
  • Galaxy A53 5G;
  • Galaxy A73 5G;
  • Galaxy M23 5G;
  • Galaxy M33 5G;
  • Galaxy M52 5G;
  • Galaxy M53 5G;
  • Galaxy Z Flip3 5G;
  • Galaxy Z Fold2 5G;
  • Galaxy Z Fold3 5G;
  • Galaxy Note 20 5G;
  • Galaxy Note 20 Ultra 5G.

Motorola

  • Moto G 5G/5G Plus;
  • Moto G50 5G;
  • Moto G71 5G;
  • Moto 682 5G;
  • Moto G100 5G;
  • Moto G200 5G;
  • Motorola Edge;
  • Motorola Edge 20;
  • Motorola Edge 20;
  • Motorola Edge 20;
  • Motorola Edge 30;
  • Motorola Edge 30.

Xiaomi

  • Mi 11 Lite 5G;
  • Mi 12 Pro 5G;
  • Xiaomi 12 Lite;
  • Poco M3 Pro 5G;
  • Poco M4 Pro 5G;
  • Poco X4 Pro 5G;
  • Redmi Note 10 5G;
  • Redmi Note 11 Pro 5G.

Asus

  • Zenfone 8;
  • Zenfone 8 Flip;
  • ROG Phone 5;
  • ROG Phone 5s;

Realme

  • Realme GT Master;
  • Realme GT 2 Pro;
  • Realme 9 Pro+.

Outros

  • TCL 20 Pro 5G;
  • Infinix Zero 5G;
  • Nokia G50.

Leia também:

Apple

A Apple deve apresentar durante a WWDC 2024 as novidades dos seus futuros sistemas operacionais – iOS 18, iPadOS 18, macOS 15, watchOS 11,...

Apple

O iPad Pro M4 traz ainda mais novidades do que aquelas anunciadas pela Apple. Confira outros recursos e segredos deste tablet.

Apple

The Miseducation of Lauryn Hill é considerado o maior álbum de todos os tempos pelos curadores do Apple Music. Confira o top 10.

Apple

Os novos iPads da Apple começam a partir de R$ 6.999. Confira as novidades do iPad Pro M4, iPad Air M2 e dos acessórios...