Redes Sociais

Olá, o que você está procurando?

Nova Post
elon-musk-compra-ações-do-twitter-destaque

Tecnologia

Após reclamar do Twitter, Elon Musk vira sócio majoritário, com 9,2% da rede social

CEO da Tesla adquiriu quase 10% do Twitter em março. Desde então, Elon Musk vem propondo uma série de mudanças na rede social.

Algumas pessoas nunca precisarão lidar com os limites que nós, meros mortais, enfrentamos todos os dias – e uma dessas pessoas é Elon Musk. Pouco depois de reclamar que o Twitter não contribuía com a liberdade de expressão, o magnata anunciou que agora é o novo sócio majoritário da empresa.

Em 14 de março, Musk adquiriu 9,2% do Twitter por US$ 2,9 bilhões. A aquisição, no entanto, só foi divulgada na última segunda-feira (4), e a rede social já confirmou que, em breve, incluirá Musk em seu conselho de diretores.

Além de inesperado, o movimento se deu em meio a uma série de críticas que o fundador da Tesla vinha fazendo ao Twitter.

No último dia 25 de março, o magnata chegou a afirmar que a plataforma seria a verdadeira praça pública do mundo, e que, por esse motivo, suas “falhas no sentido de manter os princípios da liberdade de expressão” seriam uma ameaça fundamental à democracia.

Após isso, seguidores sugeriram que ele criasse uma nova rede social ou, ainda, que comprassem o Twitter. O que muitos não sabiam era que Musk já havia feito isso, ao menos em parte.

Compra de Musk gerou ‘cashback’ com alta de ações do Twitter

Lembra quando eu falei dos limites? Então, além de ter comprado uma parte significativa da rede social, a aquisição de Musk fez as ações do Twitter subirem em 27,12%. Na prática, portanto, os US$ 2,9 bi investidos há um mês já se tornaram cerca de US$ 3,68 bi, um aumento de US$ 780 milhões.

Como sócio majoritário, é claro que Musk verá uma parte desse crescimento na distribuição de dividendos, mas, ao que tudo indica, lucro e especulação são as menores de suas preocupações.

A partir da mesma época em que teceu as críticas ao Twitter – e pouco após já ter comprado as ações da empresa em segredo – Musk passou a realizar uma série de enquetes em seu perfil na rede social.

Ao longo das postagens, o milionário questionou quais melhorias seus seguidores gostariam de ver na plataforma. Nesta terça (4), por exemplo, ele perguntou se os usuários desejam um botão de editar:

Até o momento, é difícil dizer qual a verdadeira influência que Musk terá no futuro do Twitter, mas ele certamente terá alguma. Em uma de suas falas sobre compra, o CEO da Tesla divulgou intenções explícitas de levar “melhorias à plataforma”.

Como parte do conselho de diretores até, pelo menos, 2024 Musk não poderá adquirir mais do que 14,9% das ações da empresa. Ainda assim, ele participará ativamente de decisões que modificarão o rumo da companhia.

Se para alguns isso pode soar alarmante, no tocante à administração atual da rede social, a chegada de Musk foi vista com otimismo. Ao anunciar a novidade nesta terça, Parag Agrawal, que é CEO do Twitter, afirmou:

“Ele é um usuário apaixonado e um crítico intenso do serviço, sendo exatamente o que precisamos no Twitter”

Da mesma forma, Jack Dorsey, fundador do Twitter e outro membro do conselho de diretores, afirmou estar feliz com a inclusão de Elon Musk no grupo. Em seu Twitter, Dorsey escreveu que o magnata “se importa profundamente com o nosso mundo e o papel do Twitter nele”

Relacionados:

Leia também:

Apple

The Miseducation of Lauryn Hill é considerado o maior álbum de todos os tempos pelos curadores do Apple Music. Confira o top 10.

Apple

Os novos iPads da Apple começam a partir de R$ 6.999. Confira as novidades do iPad Pro M4, iPad Air M2 e dos acessórios...