Redes Sociais

Olá, o que você está procurando?

Nova Post
imagem oficial apple music no waze destaque

Apple

Apple Music no Waze: aplicativo de GPS ganha integração com o serviço de streaming

O Waze é um dos aplicativos de GPS mais populares do mundo e não é por acaso: com informações úteis sobre as rotas, uma comunidade bastante colaborativa e outras funcionalidades convenientes, o serviço cumpre bem a proposta de ser quase uma rede social para motoristas.

Durante um bom tempo, porém, a ausência do Apple Music no Waze era um detalhe que fazia toda a diferença no uso do serviço, já que concorrentes, a exemplo do Google Maps, dispõem de integração com o streaming da Apple.

E eu digo “era” porque, nesta terça-feira (24), o aplicativo finalmente anunciou sua integração com o serviço de músicas, disponibilizando mais uma opção além do Spotify, YouTube Music, Amazon Music e Deezer, entre outros.

apple music no waze presentation
(Imagem: Google)

Com isso, uma vez que o aplicativo de GPS esteja atualizado, basta abrí-lo, tocar no ícone de música no canto superior direito e, por fim, autorizar a integração. A partir daí, tal como já ocorre com o Spotify e afins, é possível ter todos os controles de reprodução do Apple Music no Waze, diretamente da tela de navegação.

Conforme conta a Apple, o Apple Music dispõe de mais de 90 milhões de músicas, sendo boa parte delas disponibilizada em altíssima qualidade.

Para os audiófilos, além de contar com faixas e álbuns inteiros em formato lossless (sem perda de qualidade por compressão), o app ainda dispõe de recursos como o Dolby Atmos, que oferece um dos melhores sistemas de surround virtual da atualidade, bem como o Som Espacial, compatível com alguns fones da linha Beats e AirPods.

Conforme o nome indica, o som espacial cria uma sensação de ponto fixo para a música, movendo a orientação e origem do som conforme os movimentos da cabeça do usuário.

Por fim, vale ressaltar que, além de vir pré-instalado no iPhone e ter integração com todos os serviços da Apple, o Apple Music também pode ser executado no Android. Para tanto, porém, seja no iOS ou noutros sistemas, é preciso assinar o serviço, seja com uma assinatura universitária (R$ 11,90 mensais), individual (R$ 16,90 mensais), familiar (R$ 24,90 mensais) ou, ainda, no pacote unificado de assinaturas, Apple One.

Para aqueles que nunca utilizaram o serviço, também é possível testá-lo por até um mês. Clique aqui e saiba mais.

Relacionados:

Leia também:

Análise

Veja como o Apple Fitness+ transformou um dos treinos mais chato da academia, a esteira, em uma das atividades mais proveitosas do meu dia.