Redes Sociais

Olá, o que você está procurando?

Nova Post
5G São Paulo iPhone

Apple

5G chega à cidade de São Paulo, confira detalhes

São Paulo é a mais nova cidade a trazer suporte ao 5G puro no Brasil. Nós testamos a nova geração de internet que chegou à capital paulista.

O 5G chega oficialmente à cidade de São Paulo nesta quinta-feira (4). Com a ativação da faixa 3,5GHz, os usuários de celulares com suporte à essa conexão poderão desfrutar do 5G SA, ou standalone. A princípio, 25% da cidade terá suporte a essa nova faixa, com antenas focadas nas zonas Sul e central.

A informação é do Grupo de Acompanhamento da Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência na faixa (via G1 São Paulo). De acordo com eles, a capital tem 1.378 antenas de 5G instaladas até agora (três vezes mais do que o necessário para que a ativação do 5G fosse realizada), enquanto 4.592 são de 4G.

Há alguns meses, brasileiros já estavam vendo nas telas de seus celulares o símbolo do 5G, mas este era conhecido como NSA, que utilizava a banda de 2,3GHz, a mesma do sinal 4G. Portanto, o símbolo do 5G poderia até estar visível, mas a qualidade da internet era similar ou pior do que caso o telefone estivesse na rede 4G.

Testes 5G São Paulo

Em testes conduzidos pelo Nova Post na região de Pinheiros e Sumaré, houve diferenças gritantes entre as velocidades. Enquanto em um ponto de Sumaré foi possível chegar a mais de 500Mb por segundo no download e mais de 100Mb no upload na rede da Vivo, em Pinheiros, a velocidade bateu os 30Mb por segundo no download e irrisórios 10Mb de upload.

Em Brasília, quando o Nova Post cobriu o lançamento do 5G no país, os testes foram mais animadores:

No teste do SpeedTest com o iPhone 13 Pro, os números chegaram a incríveis 1.106Mbps no download, 15ms de latência e 44,9Mbps de upload. Já no teste da Fast, ferramenta da Netflix, as mesmas taxas foram de 1,5Gbps, 18ms e 42Mbps, respectivamente. 

O plano 5G vai custar mais caro? Quais são os celulares compatíveis?

Por enquanto, tanto a Claro e a Vivo dizem que os usuários não precisam fazer nada para ativar o 5G, já que ele entra em ação automaticamente quando o aparelho estiver próximo a uma antena. Não é necessário trocar de chip ou plano. A TIM, por sua vez, vai lançar em 18 de agosto um novo plano para acessar o 5G SA, apesar de que não será necessária a troca do chip.

Confira os principais aparelhos que já funcionam com o 5G disponível no Brasil

Samsung

  • Galaxy S20 FE;
  • Galaxy S21/S21 Plus e S21 Ultra;
  • Galaxy S22/S22 Plus e S22 Ultra;
  • Galaxy S21 FE 5G;
  • Galaxy A13;
  • Galaxy A22 5G;
  • Galaxy A32 5G;
  • Galaxy A33 5G;
  • Galaxy A52 5G;
  • Galaxy A52S 5G;
  • Galaxy A53 5G;
  • Galaxy A73 5G;
  • Galaxy M23 5G;
  • Galaxy M33 5G;
  • Galaxy M52 5G;
  • Galaxy M53 5G;
  • Galaxy Z Flip3 5G;
  • Galaxy Z Fold2 5G;
  • Galaxy Z Fold3 5G;
  • Galaxy Note 20 5G;
  • Galaxy Note 20 Ultra 5G.

Motorola

  • Moto G 5G/5G Plus;
  • Moto G50 5G;
  • Moto G71 5G;
  • Moto 682 5G;
  • Moto G100 5G;
  • Moto G200 5G;
  • Motorola Edge;
  • Motorola Edge 20;
  • Motorola Edge 20;
  • Motorola Edge 20;
  • Motorola Edge 30;
  • Motorola Edge 30.

Asus

  • Zenfone 8;
  • Zenfone 8 Flip;
  • ROG Phone 5;
  • ROG Phone 5s;

Apple

No caso da Apple, os usuários conseguem acessar o 5G no iPhone, mas será necessária uma atualização de firmware para que seja possível aproveitar o 5G standalone. Por enquanto, é possível conseguir altas taxas mesmo usando o 5G NSA, que já estava disponível.

Uma vez que os testes forem concluídos, estes são os iPhones que suportarão a nova rede de 5G na cidade de São Paulo e também no Brasil:

O Nova Post avisará quando a atualização for liberada para os usuários de iPhone citados acima.

Leia também:

Apple

The Miseducation of Lauryn Hill é considerado o maior álbum de todos os tempos pelos curadores do Apple Music. Confira o top 10.

Apple

Os novos iPads da Apple começam a partir de R$ 6.999. Confira as novidades do iPad Pro M4, iPad Air M2 e dos acessórios...