Redes Sociais

Olá, o que você está procurando?

Nova Post
Análise Samsung Galaxy Z Flip5

Análise

Análise: Samsung Galaxy Z Flip5, descolado e potente

O Galaxy Z Flip5 melhora todos os pontos fracos do seu antecessor, trazendo câmeras de ponta, mais bateria e resistência melhorada.

No final de julho, a Samsung lançou no Brasil o Galaxy Z Flip5, a quarta geração da sua linha de dobráveis. Apesar de nem o Z Flip e nem o Z Fold serem uma novidade para os brasileiros, há cada vez mais consumidores experimentando esta nova família de celulares pela primeira vez.

Mesmo tendo acompanhado alguns dos primeiros lançamentos de dobráveis da Samsung, eu nunca tinha passado um tempo com estes smartphones para entender se eles eram suficientemente bons para serem usados como meu telefone principal.

Felizmente, a Samsung cedeu ao Nova Post pelas últimas semanas o Galaxy Z Flip5 na cor preta e abaixo eu conto as minhas impressões sobre este dobrável. Mas já adianto: de fato é possível juntar especificações de ponta com um design único. Você também pode assistir a um rápido review no vídeo a seguir.

@josefadorno

Esta é uma breve #análise do Galaxy ZFlip5, o novo dobrável da Samsung. Para o review completo, basta acessar o Nova Post, lá no meu link da bio.

♬ Aesthetic – Tollan Kim

Galaxy Z Flip5 faz os smartphones parecerem descolados de novo

O que eu mais gosto no Galaxy Z Flip5 é como ele dobra igual uma celular de antigamente. Não tem nada mais nostálgico e tecnológico do que uma tela de 6,7 polegadas dobrando na sua frente. E, não tem jeito, ele sempre chama atenção quando você o tira do bolso.

No Brasil, a Samsung aposta nele também nas cores rosa e verde e marfim. O celular conta com uma infinidade de acessórios para deixar claro que este smartphone é pra quem tem personalidade forte e quer sair do “mais do mesmo” das demais fabricantes.

O Galaxy Z Flip5 tem um acabamento premium de aço inoxidável nas laterais e, pela primeira vez na linha, o telefone fecha completamente. A Samsung diz que não apenas ele é 20% mais resistente do que a geração anterior, como o Z Flip também tem proteção IPX8 contra água.

Ele é visualmente agradável de se olhar e essa geração traz uma tela exterior de 3,4 polegadas que permite algumas funções bonitinhas, como rápido acesso ao calendário, previsão do tempo, ver prévias de foto ou até tirar uma selfie com a qualidade das câmeras principais. É muito legal mesmo.

Por fim, vale a pena notar que não me acostumei com a altura do leitor de impressão digital. Com certeza está no lugar certo (na lateral direita do meio para cima), mas acho que a minha memória muscular não anda muito boa e demoro um pouco para conseguir desbloquear o telefone.

A tela principal está quase lá – mas algumas coisas ainda me incomodam

Para garantir que o Galaxy Z Flip5 dobre, a Samsung não pode colocar a mesma tela do Galaxy S23 Ultra neste aparelho, mas ainda assim ela entrega um ótimo display com taxa de atualização variável, cores fidedignas e bastante brilho.

Com 6,7 polegadas – o mesmo tamanho de tela do maior iPhone – eu acho que o celular aposta num formato de display muito estreito (22:9). Para digitar mensagens tudo fica muito juntinho, ver Stories do Instagram trazem barras pretas nas extremidades e a maioria dos vídeos não usam esse formato para uma experiência imersiva.

Além disso, muitas pessoas dizem que você nem percebe o vinco quando está utilizando o aparelho depois de um tempo, mas passar a mão por ele sempre deixa muito claro que ele está ali. Não é algo que vai atrapalhar a sua experiência digitando uma mensagem, vendo um vídeo ou jogando um jogo, mas é inegável que ele está sempre presente.

Também me preocupa por quanto tempo o smartphone vai durar. Já ouvi alguns relatos de consumidores com o Galaxy Z Flip4 que um belo dia eles abriram o aparelho e a tela estava toda rachada. Em testes, teve quem conseguiu dobrar o celular 200 mil vezes antes de algum defeito, mas isso não deveria acontecer com mais ou menos um ano de uso. Aqui, infelizmente, só o tempo pode nos dizer – mas para o consumidor, ver isso acontecer com o seu dispositivo é, no mínimo, decepcionante.

Galaxy Z Flip5 é equipado com o melhor da linha S

Um ponto positivo do Galaxy Z Flip5 é utilizar o mesmo processador Snapdragon 8 Gen 2 for Galaxy da Qualcomm que a linha Galaxy S23 utiliza. Ele permite 30% mais potência de CPU, 40% a mais de GPU e uma melhora de mais de 40% de processamento em tarefas de inteligência artificial em relação ao outro chip.

Além disso, o smartphone conta com 8GB de memória RAM e opções de 256GB e 512GB de armazenamento interno. Uma novidade dos celulares Android é que empresas estão apostando na RAM dinâmica, ou como a Samsung chama, RAM Plus. Isso permite que você expanda mais 8GB a sua RAM ao fazer uso do armazenamento interno como suporte para a memória, o que ajuda a garantir um multitasking melhor em situações que demandam mais do aparelho.

Em outras palavras, o Galaxy Z Flip5 roda tão bem quanto qualquer smartphone premium. Você não vai ter problema com battle royales online (tirando o celular ligeiramente esquentando), vai poder conversar no WhatsApp, mexer nas rede sociais, gravar vídeos e tudo mais sem problemas. Aqui, não tem nada para falar deste aparelho.

Câmeras de dar inveja

Eu nunca fui fã da câmera frontal da Samsung. Seja pelos filtros de beleza que parecem ativados mesmo quando você desativa quanto pela qualidade noturna, eu sinto que o Galaxy Z Flip5 tira esse estigma de vez. Não porque a câmera frontal do aparelho seja boa, na verdade, a sua lente de 10MP deixa um pouco a desejar, mas é porque você não precisa utilizá-la – exceto se for fazer uma chamada de vídeo.

Seja para selfie ou uma foto da paisagem, a câmera principal não decepciona.

Como o celular dobra, basta utilizá-lo fechado para aproveitar o conjunto de lentes principais. Com a mesma qualidade do Galaxy S23, você tem duas câmeras de 12MP; uma tem abertura f/2,2 e a outra ultra-wide traz foco automático e abertura f/1,8. Elas são ótimas para qualquer situação.

Foto com zoom 2.5x à esquerda e outra com luz natural.

Fotografar objetos, foto com os amigos, paisagens, comidas… Tudo sai bastante bonito e mesmo sem contar com uma lente para zoom óptico, é possível forçar um pouco a barra sem perder qualidade.

O mesmo vale para fotos noturnas. Além das boas especificações de hardware, a Samsung aposta no pós-processamento para garantir bons cliques a qualquer hora do dia.

Mesmo fotos com baixa luminosidade saem bem no Z Flip5.

Com isso, eu diria para você nem se preocupar com a câmera frontal, já que você não vai querer parar de fazer fotos e gravar vídeos usando as lentes principais com o celular fechado.

Bateria e outras novidades

Outro ponto positivo do Galaxy Z Flip5 é que a Samsung finalmente conseguiu colocar uma boa bateria nele. Com 3.700 mAh, é possível passar pela maior parte das jornadas de trabalho com ele sem se preocupar com uma carga extra.

Mesmo com redes sociais, um pouco de jogos e ouvindo música, dava para chegar ao fim do dia com bons 30% sobrando. Além disso, ele pode ser carregado de 0% a 50% em até 30 minutos com um tempo total de carregamento de 1h30. Também é bacana que é possível carregar o dispositivo com um carregador Qi – ah, o carregador e o cabo vêm na caixa.

O Galaxy Z Flip5 conta também com padrão Wi-Fi 6E, algo que apenas os smartphones top de linha têm, Bluetooth 5.3 e sensor NFC. Algo que gostei bastante no dispositivo é que ele tem suporte ao Dolby Atmos, portanto posso ouvir minha biblioteca de músicas do Apple Music com essa qualidade ao utilizar o Beats Studio Buds+, por exemplo.

Por fim, vale notar que o aparelho conta com Android 13 e a One UI 5.1, que traz algumas funções exclusivas dos aparelhos da Samsung, como o Modo Flex, que divide a tela em dois apps, o Modos e Rotinas, que funciona igual o Modo Foco da Apple, pasta segura e mais. A Samsung também se compromete a trazer atualizações para este dispositivo por mais quatro anos.

Preço e considerações finais

Lançado por R$ 7.999 na versão de 256GB, é possível encontrá-lo por R$ 3.999 no varejo, o que é um preço bastante competitivo para um celular topo de linha. Além disso, este celular não é apenas um smartphone premium, como também é um dobrável, deixando aquele mais do mesmo de lado e trazendo um ar muito mais descolado e jovem para quem escolhe este modelo.

Definitivamente, se você está buscando algo diferente como próximo smartphone, o Galaxy Z Flip5 é a opção ideal, já que a Samsung melhorou pontos importantes dele como maior bateria, melhor câmera e maior resistência.

Leia também:

Análise

Veja como o Apple Fitness+ transformou um dos treinos mais chato da academia, a esteira, em uma das atividades mais proveitosas do meu dia.